© 2023 por Armário Confidencial. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • b-facebook
  • Instagram Black Round

SIGA-ME!

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

POSTS RECENTES: 

Please reload

FEED INSTAGRAM

Santiago - Dia 2

12.07.2017

Nosso segundo dia começou cedo: 6h55 era o horário de nosso pick up no hotel para o dia no Valle Nevado! Estava escuro e chovia, e nós rumávamos para a cordilheira super agasalhados porque fazia muito frio e a previsão era de muita neve - não era a condição ideal (nada como neve e solzão!), mas não era impeditivo para a realização do passeio.

 

Ao longo do caminho, sob o comando do guia Márcio (super simpático e filho de brasileiros), paramos em uma loja para quem quisesse alugar roupa de neve. Devidamente encapotados, seguimos subindo a cordilheira (e suas dezenas de curvas em cotovelo) e ouvindo várias histórias e curiosidades sobre a montanha. Na estrada mesmo a chuva se transformou em neve caindo e a paisagem foi ficando toda branquinha!

Por sugestão do guia Márcio, nós paramos primeiro em Farellones, uma estação no caminho do Valle Nevado. Lá tem tipo um parque na neve, onde você pode fazer tirolesa, descer morro abaixo em bóias, passear de teleférico, etc. Pagamos a entrada e fomos logo na bóia - o que rendeu boas risadas, já que descemos os seis juntos, um enganchado no outro pelo pé, de costas! Subimos "rebocados" com as bóias e aí resolvemos passear no teleférico. Nevava MUITO e a gente não conseguia enxergar uma distância muito grande, isso sem falar no frio. O teleférico foi a maior fria, literalmente. Uma vez embarcados, não dava pra sair, e o percurso era super longo, não acabava mais e a gente não conseguia nem ver o fim! A neve não parava de cair e quase congelamos. Por fim, voltamos para a bóia mas não conseguimos descer de novo porque a névoa estava muito forte e a visibilidade baixíssima. Resolvemos então ir almoçar, meio que buscando abrigo na verdade - ninguém aguentava mais o frio.

Sintam o drama do teleférico e a nevasca que enfrentamos - não parava de nevar!

 

Almoçamos uma pizza no restaurante El Montañez, que logo ficou lotado, tivemos a maior sorte de chegar cedo e conseguir um lugar para sentar! Nessa estação haviam duas opções: este restaurante ou um outro que servia lanches, sanduíches, etc. Foi uma ótima escolha, pedimos pizzas e estavam ótimas!

Depois do almoço, seguimos passeio até o Valle Nevado, e ficamos pouquíssimo lá, acho que ninguém do grupo queria descer da van - não parava de nevar! Da outra vez que estive no Valle Nevado, tinha muita neve, mas estava um dia lindo de sol, dava para ver as outras montanhas, aproveitamos demais. Dessa vez, o tempo não ajudou, infelizmente...

 

Descendo a montanha, o tempo começou a querer melhorar! Não nevava tanto, e aí paramos em na base de uma montanha para curtir mais um pouco da neve. Foi aí que nos divertimos mais, tiramos fotos, fizemos boneco de neve e todas aquelas coisas que vemos em filme americanos e morremos de vontade de fazer!

Voltamos para Santiago mortos de cansaço e com muito frio, aquele frio molhado que gela os ossos! Descansamos um pouco e, como chovia sem parar, fomos jantar no restaurante La Bella Italia, que o motorista que nos trouxe disse que era pertinho do hotel e muito bom - frio e chuva desanima qualquer saída mais elaborada, não tem jeito! Ele estava certo, era realmente perto do hotel, muito bom e com preço justíssimo - descobrimos que é tipo uma rede, tem várias unidades na cidade. Tirando o alagamento que tivemos que enfrentar para sair do restaurante, foi tudo ótimo - a entrada do restaurante literalmente alagou, os garçons fizeram um "caminho" de cadeiras e engradados para os clientes conseguirem passar para ir embora. Choveu tanto que as ruas também estavam cheias de água, tivemos que fazer um caminho diferente para voltar até o hotel - inacreditável!

Claro que chegando no hotel, claro que capotamos depois de uma massa quentinha e um vinho delicioso!

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload