© 2023 por Armário Confidencial. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • b-facebook
  • Instagram Black Round

SIGA-ME!

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

POSTS RECENTES: 

Please reload

FEED INSTAGRAM

Porto | Nosso hotel e roteiro completo de dois dias na cidade

24.07.2019

O último post da viagem chegou, e confesso que vai deixar saudades, já que foi uma delícia reviver nossas férias para contar aqui no blog tudo sobre os destinos que visitamos!

 

O gran finale da viagem foi a cidade do Porto, que nós ainda não conhecíamos e que, confesso, não havia grande expectativa. Portugal como um todo é um destino que considero muito surpreendente, foi assim da primeira vez que fomos para lá, em 2013. Não imaginávamos que fossemos gostar tanto, e o Porto foi igualzinho e superou demais as expectativas (apesar de alguns amigos terem dito que íamos mesmo amar!). Portugal é definitivamente um dos países que indico sem pensar duas vezes, todo mundo deveria conhecer!

 

Reservamos para a cidade 3 noites (2 dias inteiros). Ficamos na dúvida se deixávamos uma noite a mais em Madrid (nosso destino anterior), mas achei que 1 dia apenas no Porto seria pouco, e realmente teria sido. Na verdade acho que dá pra ficar na cidade umas 5 noites tranquilamente, já que há muito a fazer na cidade e também nas redondezas (vários bate-voltas redondinhos - Coimbra, Braga, Aveiro, região do Douro... No nosso caso, ficou para a próxima, já que ficamos os dois dias inteiros explorando o Porto e Vila Nova de Gaia, que é como se chama a cidade do lado de lá do Douro!).

 

Nosso Hotel | Eurostars das Artes

Para nossa estadia na cidade, escolhemos o Eurostars das Artes, hotel que faz parte da rede Eurostars, bastante conhecida na Europa, e que está em um edifício antigo com fachada de azulejos verde-água (lindo demais!). Por dentro, todinho reformado! Peguei a dica no Viaje na Viagem, pois queríamos um hotel bacana e bem localizado - procuramos deixar para o final das viagens um hotel mais legal, quando já estamos um pouco cansados, fazendo com que a experiência seja uma "crescente", sempre melhorando! Não foi uma pechincha, mas estávamos muito bem acomodados, em um quarto ótimo e a localização do hotel é realmente excelente: em uma rua tranquila, cerca de 7 minutos de caminhada plana até a Igreja do Carmo, que foi nosso start no roteiro na cidade no dia seguinte.

Vista do nosso quarto! 

  

Eurostars das Artes

Rua do Rosário 160-164 - Porto, Portugal

Site oficial: eurostarshotels.com.pt

 

Eu me enganei e achei que estava incluído o café da manhã em nossa tarifa, porém não estava, erro meu. Por sorte, ao lado do hotel (colado mesmo) havia uma padaria, chamada Confeitaria Célia, do tipo das nossas do Brasil mesmo, então tomamos café os três dias lá (café com leite, suco, pão na chapa, misto quente, croissant etc). Baratíssimo, ficava menos de 8 euros o café da manhã para nós dois!

Confeitaria/Café Célia

Rua do Rosário 142 - Porto, Portugal

Telefone: +351 22 202 6999

 

O dia da chegada!

 

Na noite que chegamos, após devolvermos o carro na locadora, pegamos um Uber até o hotel e pedimos dicas de restaurantes para o motorista, super simpático. Ele nos indicou o Café Santiago, tradicional para se provar a Francesinha, prato típico da cidade. Como já era noite e estávamos mega cansados, pedimos outro Uber até o restaurante (Porto foi onde mais usamos Uber, pois a cidade é bastante morrada, e nunca vi Uber tão barato, as corridas davam 3, 5 euros - vale muito a pena!). O motorista também muito simpático explicou que o Café Santiago fica ao lado de uma praça cheia de restaurantes muito gostosos (Praça dos Poveiros), onde poderíamos dar uma volta e escolher o que mais gostássemos, já que todos eram bons: Casa Guedes, Santa Francesinha, República dos Cachorros (adorei o nome kkkk), Venham Mais Cinco (famoso pelos pregos - um tipo de sanduíche também típico do Porto)

Demos uma volta e decidimos pelo Café Santiago mesmo, estava cheio de locais com jeito de estudantes e bem movimentado! Por dentro ele lembra uma lanchonete paulistana, ambiente informal com mesas e também balcão com cadeiras.

Tirei as fotos na hora de ir embora, por isso já estava vazio!

 

Pedimos a famosa Francesinha e um Prego, para dividir e... meu Deus do céu! Que delícia era aquela Francesinha: um sanduíche no melhor estilo X tudão (carne, linguiça, presunto, etc), em pão de forma, com um molho super bem temperado (parece um caldo mega saboroso!), com queijo e ovo por cima, guarnecido com fritas. Acredito que a inspiração é um croque francês, por isso o nome!

É um exagero, mas MUITO gostoso, daqueles de lembrar e salivar, sabe? O prego perto dele sumiu, coitado! rsrsrsrs É um sanduiche de pão, carne, presunto e queijo. Estava gostoso também, mas não se comparava com a Francesinha, estrela da casa. De sobremesa, pedimos um doce com nome curioso: baba de camelo!

Nunca tinha ouvido falar, mas depois descobri que é um doce típico português. Para nosso paladar, parece um pudim de doce de leite, bem gostoso! Adoramos o nosso jantar, indico a quem quiser provar uma legítima francesinha, que vá ao Café Santiago.

 

Café Santiago

R. de Passos Manuel 226 - Porto, Portugal

Site Oficial

Tel: +351 22 205 5797

 

Roteiro de dois dias pelo Porto

 

Dia 1 - Porto

 

Achei muito difícil encontrar dica de roteiro pronto para usar na cidade, então acabei montando o nosso, que elaborei de forma a ser um city tour à pé, de acordo com a disposição dos pontos de interesse no mapa iniciando na Igreja do Carmo, que era o ponto turístico mais próximo de nosso hotel. Recomendo quem quiser fazer o nosso roteiro que inicie por lá mesmo, já que a rota é morro abaixo, terminando no cais da Ribeira - no final vou deixar o mapa do caminho que fizemos!

Iniciamos o roteiro na Igreja do Carmo, que está geminada com a Igreja dos Carmelitas (parece uma coisa só, mas são duas Igrejas distintas, construídas entre os séculos XVII e XVIII). Visitamos as duas, maravilhosas e ricas em detalhes barrocos, e também a Casa Escondida do Porto, uma casinha considerada uma das mais estreitas do mundo, que fica escondida entre as duas igrejas. Ela já foi residência temporária de artistas que trabalhavam nas igrejas, zeladores e médicos que atendiam no hospital da Ordem do Carmo. Com mais de 250 anos de história, a casinha guarda muitas histórias, uma pena não termos tirado foto, mas vale a visita!

O exterior da Igreja do Carmo com seus azulejos é um espetáculo a parte, mas o interior das duas também vale a visita!

As duas igrejas ficam em uma praça onde também fica a Universidade do Porto, uma das mais tradicionais do país.

 

Ainda na Praça, fomos conhecer a famosa Livraria Lello, eleita por muitos a livraria mais linda do mundo, famosa pela sua arquitetura neogótica e também por ter inspirado J.K. Rowling, autora de Harry Potter, que morou na cidade.

A entrada custa 5 euros que você pode usar como desconto na compra de um livro. Usei o meu vale para comprar um guia turístico do Porto (quem me acompanha sabe que amo um guia de viagem!), achei uma ótima lembrança!

A livraria é de fato maravilhosa, ainda mais para quem ama livros como eu, o passeio é um prato cheio - prepare-se porque apesar de não termos enfrentado fila, ela é bem cheia e parece que em alta temporada a fila é considerável!

Linda, não?  

 

De lá seguimos até a Torre dos Clérigos, campanário construído no século XVII que já foi o mais alto edifício da cidade, e abriga até hoje os sinos da Igreja dos Clérigos. Tivemos o privilégio de vê-los soar, a coisa mais linda! Dizem que a vista lá de cima é belíssima, mas não subimos (são 75 metros de altura, dá pra ver a Torre de diversos pontos da cidade).

Na frente da Torre há duas lojas que valem a visita, uma é Comur, loja de enlatados portugueses (tem bacalhau, sardinha, polvo, em embalagens lindas, um souvenir original de se trazer pra casa!) e a Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau, a mesma que visitamos em Lisboa, que tem o melhor bolinho de bacalhau da vida, recheado com queijo da Serra da Estrela - enquanto em Lisboa o acompanhamento é uma taça de vinho da Ilha da Madeira, no Porto o bolinho é harmonizado com... vinho do Porto, claro!

Dentro da loja da Comur, que oferece degustação dos seus enlatados!

Descemos então em direção a Praça da Liberdade, o coração da cidade - uma praça enorme, cercada por vários edifícios, alguns cafés e restaurantes, e uma estátua de Don Pedro IV no centro.

De lá, caminhamos até a Capela das Almas, uma outra igreja que queríamos visitar, dessa vez com a fachada completamente coberta por azulejos, linda demais - entrada gratuita!

Ela fica em uma região com muitas lojas, e bem pertinho do famoso Café Majestic, outro ponto turístico do Porto. É um café charmoso, todo em estilo art nouveau, eleito um dos mais lindos do mundo (para quem conhece, lembra do Café Tortoni dos nossos vizinhos argentinos).

Já era hora do almoço e estávamos próximos àquela praça que havíamos ido na noite anterior, com vários restaurantes bacanas, a Praça dos Poveiros. Almoçamos no República dos Cachorros, uma lanchonete bem gostosa: provamos o caldo verde e o cachorro-quente de lá, tudo muito bom e quase todos os garçons brasileiros!

República dos Cachorros

Praça dos Poveiros 30 - Porto, Portugal

Site oficial

 

A sobremesa foi em outro restaurante, o bolo de chocolate do Venham Mais 5 (dica que peguei no blog da Marina Xandó). Delicioso! O restaurante é conhecido como a "Casa dos Pregos", aquele sanduíche típico do Porto!

Venham mais 5 "Casa dos Pregos"

R. de Santo Ildefonso 219 - Porto, Portugal

Telefone: +351 22 319 5983

 

Pós almoço nós voltamos de Uber para o hotel, guardar umas comprinhas e dar uma descansada. Depois disso, voltamos para o passeio, mas antes passamos na Leitaria da Quinta do Paço, uma confeitaria especializada em bombas que fica próxima à Livraria Lello - dica de uma amiga que está sempre na cidade. Uma delícia!

Leitaria da Quinta do Paço

Praça Guilherme Gomes Fernandes, 47 - Porto, Portugal

Site Oficial

 

Seguimos então até a Estação São Bento, a deslumbrante estação de trens da cidade, com vários azulejos portugueses no seu interior - é de lá que partem os trens para as cidades vizinhas, para quem quiser fazer bate-voltas! As fotos não fazem jus!

Visual da frente da estação, Porto e seus azulejos característicos! 

 

Descendo a rua (falei que o roteiro era uma descida?), chegamos até a Sé do Porto, uma das construções mais antigas da cidade, com início da construção no século XII. De lá, já conseguimos ver o Douro e Vila Nova de Gaia, a cidade que fica na margem oposta ao Porto e também o panorama da cidade (com a Torre dos Clérigos em destaque!).

Continuamos ladeira abaixo até chegar nela, a ribeira do Douro com sua Ponte D. Luis - com certeza um gran finale pro dia incrível que passamos no Porto! E ficamos por lá até o pôr do sol...

Caminho por onde passamos, descendo em direção ao Douro...

... e o visual chegando lá!

Encontramos nesse dia dois amigos do Murillo e ficamos tomando uma cerveja lá no Cais da Ribeira até anoitecer. Depois, fomos jantar com eles em um restaurante um pouco afastado, próximo à foz do Douro, que eu não me lembro o nome de jeito nenhum, só tenho fotos dos pratos! :-(

Queijos e frios de entrada

Bacalhau, claro! 

Arroz de tamboril com gambas - minha pedida, também um clássico português, uma delícia! 

 

Fiz no Google Maps um esboço do caminho que fizemos nesse dia (sem considerar a nossa volta ao hotel), para quem quiser fazer o mesmo roteiro. Ele é bem factível, dá um total de 3,6km à pé - em descida, o Santo ajuda!

Fonte: Google.com 

 

Dia 2 - Vila Nova de Gaia

Após nosso café da manhã ao lado do hotel (uma delícia!), na Confeitaria Célia, fomos caminhando até a Ponte D. Luis, e próximo à Sé encontramos o caminho para atravessá-la pela parte de cima (somente pedestres ou bonde/trem), um visual lindo da cidade - Como Porto é linda!

Por cima da ponte: só trens e pedestres!

Tem como não se apaixonar por essa cidade? Já quero voltar! 

Porto vista de Vila Nova de Gaia! 

 

Após atravessá-la, nós embarcamos no teleférico de Vila Nova de Gaia, que nos levou do alto da ponte até a ribeira da cidade, passeio super gostoso. Pausa para falar da loja de cerâmicas maravilhosa que tem na entrada do teleférico! Já falei dela no Instagram, várias peças lindas da Bordallo Pinheiro e Vista Alegre, renomadas marcas portuguesas.

 

 Nós no teleférico!

Visual do teleférico! 

 

Com o ingresso do teleférico, ganhamos uma degustação de vinho do Porto na Quinta Santa Eufêmia, ali pertinho.

 

A região da ribeira de Vila Nova de Gaia é onde ficam as caves de vinho do Porto, e elas são todas abertas a visitação e a degustação - as mais famosas são: Taylor's, Graham's, Croft, Churchill's, Ferreira, Ramos Pinto, Royal Oporto, entre outras. São muitas mesmo! Se você quiser ir a alguma específica, vale a pena buscar no site da sua favorita para saber os horários de degustação, visita, valores, etc. Como nós não queríamos visitar nenhuma especificamente, tampouco somos grandes conhecedores, fomos literalmente na primeira que vimos, a Ramos Pinto - e ADORAMOS!

Escolhemos uma degustação de 5 rótulos, que compartilhamos, que vinha com um livreto com informações sobre os vinhos que iríamos degustar, muito bacana. Nos sentamos no salão da cave mesmo (há varias mesas, sofás, etc), e ficamos ali provando os vinhos. Que delícia! 

Saímos de lá e fomos até a Quinta de Santa Eufêmia, que tínhamos ganhado voucher no teleférico, e pudemos escolher um tipo de vinho para provar. Foi também bem gostoso, nunca tinha ouvido falar dessa marca, mas outro dia em um depósito de bebidas em Osasco, vi para vender!

Caminhamos ladeira acima até a Taylor's (o caminho é super bem sinalizado), provavelmente uma das mais famosas caves, porém fomos só para conhecer - tínhamos acabado de tomar uma boa dose de vinho do Porto antes do meio dia e queríamos na verdade comer algo, não beber! rsrsrsrs

 Descemos novamente em direção ao cais e descobrimos que alí havia um mercado, no estilo do Mercado San Miguel de Madrid, só que menor, o Mercado Municipal da Beira-Rio que parecia haver sido recentemente renovado. Almoçamos por lá, um bacalhau a natas que estava mais bonito que gostoso (meio insosso), mas valeu.

Fizemos uma hora após o almoço, tirando algumas fotos pelo caminho.

No meio da tarde embarcamos em um passeio de cerca de uma hora de barco pelo Douro - pegamos o barco ali no cais de Vila Nova de Gaia - parece que é um pouco mais barato do que na margem do Porto. Acho que foi 13 ou 15 euros por pessoa.

Nosso passeio foi feito com essa empresa da foto acima com o barco da foto abaixo.

Que passeio imperdível! Super gostoso, um visual belíssimo e no caminho há narração em português, inglês e francês contando um pouco sobre os edifícios significativos que estão nas margens e também sobre as pontes que fomos cruzando (uma delas projetada por Gustave Eiffel - o mesmo da famosa torre francesa - é a da primeira foto abaixo). Recomendo fortemente um passeio de barco pelo Douro!

Cais da Ribeira do Porto visto do barco!  

Com esse ingresso nós também ganhamos uma degustação na Real Oporto (ou Real Companhia Velha - a empresa portuguesa mais antiga ainda em atividade), a única que até hoje é de capital 100% português - dá pra ver nos nomes das outras caves que os ingleses dominam a produção!

A degustação foi informal mas muito bacana, comandada por um enólogo que nos explicou bastante sobre os vinhos - o vinho do porto rosé em especial é delicioso, mas estávamos já com as malas são cheias que não trouxemos nenhum para casa, infelizmente. Cada um tinha direito a uma taça e como estávamos em 4 pessoas, cada um pediu um tipo e assim provamos vários rótulos diferentes. É possível adquirir a taça individual e também aperitivos, o que também fizemos!

 

Saímos de lá a tempo de ver o pôr do sol no Douro, um visual indescritível e que coroou a última noite da viagem, vejam as fotos!

Terminamos nossa noite de volta ao Porto (outra margem do Douro!), em uma região cheia de barzinhos, mais precisamente no moderninho Pherrugem, bem próximo a nosso hotel. Essa região tem a vida noturna super agitada, recomendo um giro por lá à noite para um drink.

Desculpem a foto tremida! 

 

Bar Pherrugem

R. Das Oliveiras 83 - Porto, Portugal

Telefone: +351 22 113 4378

 

Com esse post encerro a série sobre nossa viagem a Portugal e Espanha, já que no dia seguinte cedo já voltamos ao Brasil. Espero que tenham gostado de viajar conosco e que as informações possam ser úteis a outros viajantes!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload